Página inicial

Internet e Direito

Entrevistas
Links



Actualidade

Notícias
Reportagem



Software útil

Novidades



Legislação Informática

Lei da Criminalidade Informática

Regime Jurídico dos Documentos electrónicos e Assinatura Digital

Equiparação da Factura electrónica à Factura em Papel

Lei da Protecção de Dados Pessoais - Lei 67/98

Lei da Protecção de Dados Pessoais Face à Informática (revogada pela lei 67/98)

Lei de Reforço da Protecção de Dados Pessoais (revogada pela lei 67/98)

Ficheiro Central de Pesooas Colectivas

Revisão Constitucional de 1997

Legislação Complementar

Convenção para Protecção das Pessoas



Opiniões

O mistério da Justiça





Entrevista a "Contak", Hacker


Alexandre Guerreiro : O que é para ti um Hacker?
Contak : Existe um documento conhecido por "Hacker Manifesto" , que resume o que é ser um Hacker. Quem não se identifica com o "Hacker Manifesto" não é um hacker.

AG : O que é um Hacker em Portugal?
Contak : É como um Hacker em qualquer parte do mundo...com menos meios, mas não com menos capacidades.

AG : Achas que um Hacker é útil ao meio informático?
Contak : É útil. Isto é, há três termos que confundem a opinião pública- Hacker, Cracker e Wracker. O Hacker não entra necessariamente em sistemas, busca informação que não lhe é divulgada e tem uma conduta ética. O Cracker diverte-se a furar os sistemas por gozo ou tb por dinheiro... Finalmente, o Wracker, é aquele que simplesmente entra para destruir os sistemas.

AG : Achas que os meios usados pelos hackers são legítimos?
Contak : Não :) ,Mas para a tal busca da informação, todos os meios ou quase todos os meios são válidos.

AG : Qual seria a tua posição, se fosses administrador de um sistema, e apanhasses alguém que estivesse a violar os teus direitos? Imagina que já eras um profissional do ramo informático...
Contak : Se apanho um Hacker não vou ser simpático com ele. Farei tudo para que ele não volte a "hackar" o meu sistema, e também espero esse tipo de reacção das pessoas que administram os sistemas nos quais eu entro. Mas eu quando entro num sistema faço questão de me tornar num fantasma.

AG : Falando um pouco de ti...
Contak : Bem, ser Hacker é um hobby para mim. Eu estudo informática na universidade e também faço segurança e administração de sistemas.

AG : Sei que tens um grupo de hacking...

Contak : sim, são os Urban Ka0s ,é um grupo recente mas com futuro.

AG : Obrigado Contak.
Contak : ok.



Alexandre Guerreiro